Grey’s

Publicado em outubro de 2016

greysabc

Venho aqui de tempo em tempo, mas quem me conhece sabe que eu gosto de seriados. Atualmente tenho pouco tempo para assistir, mas sempre mantenho alguns no meu hall of fame. Entre eles está Grey’s Anatomy, a série romântica-dramática-médica (às vezes cômica) que me faz companhia a 13 temporadas. Hoje quero dizer o quanto essa série me ajudou.

Logo quando mudei para São Paulo eu ficava muito sozinha em casa. Ainda não estava trabalhando, alguns freelas que resolvia rápido, e o marido saindo para reuniões e sendo sempre o homem excepcional que ele é para mim. Mas, mesmo assim, ficava sozinha. E Grey’s Anatomy foi minha companhia. Graças ao Netflix decidi fazer uma maratona desde à 1ª temporada. As vozes já conhecidas e familiares foram minha companhia durante uns meses. Era como ter amigos em casa. Não, não dialogava com eles (não sou louca a esse ponto), mas era ter alguém conhecido por perto. Isso me fez bem. Muito bem. Não me sentia mais sozinha.

Não consegui terminar a minha temporada pessoal, veio o trabalho, as atividades diárias de rotina, mas Grey’s está sempre por perto. Acompanho a sua 13ª temporada, mesmo sem estrear no Brasil ainda (viva a Internet e os vídeos on line!). Aprendo, sorrio, fico com raiva, mas desde que eles foram minha companhia durante um período veio também a gratidão. Esse post nunca vai sair dos limites do meu blog (que eu acredito que só eu entre), mas preciso dizer: Shonda Rhimes you rock, girl! Obrigada por criar Grey’s da forma que fez. Por tê-la feito tão próxima que me fez tão bem.

Vida longa a Grey’s!